Julgamento de acusados de atacar judeus será retomado nesta sexta

0
56

O primeiro dia do julgamento de mais três acusados de atacar três jovens judeus, em 2005 em Porto Alegre, durou cerca de 13 horas no plenário da 2ª Vara do Júri do Foro Central I, em Porto Alegre. O julgamento foi encerrado às 23h15min e será retomado na manhã desta sexta-feira.

A sessão é presidida pela juíza de Direito Cristiane Busatto Zardo. Pela acusação está a promotora de Justiça Lúcia Helena Callegari. A defesa está a cargo dos advogados José Paulo Schneider dos Santos, Marcelo Fischer e Jacques Xavier Nunes. Materiais de propaganda neonazista foram expostos em plenário.

O único réu ouvido nesta quinta-feira foi Marcelo Moraes Cecílio. Ele negou a agressão e afirmou ter sido pressionado quando depôs na delegacia: “Fala a verdade ou vai ter cana”, disse, segundo o Tribunal de Justiça.

No início do julgamento nesta sexta, os outros dois réus, Daniel Vieira Spark e Israel Andriotti da Silva, serão interrogados.

Ataque ocorreu em 2005

Segundo o Ministério Público, o ataque ocorreu na madrugada de 8 de maio de 2005, no bairro Cidade Baixa. Os jovens judeus, com os quipás na cabeça (acessório religioso usado para cobrir a cabeça), passaram em frente a um bar na esquina das ruas Lima e Silva e da República e, quando menos esperavam, foram agredidos a socos, pontapés e golpes de faca por um grupo que saiu do estabelecimento. Mais duas pessoas ficaram feridas.

RESPONDER

Por favor digite um comentário
Preencha seu nome