Inter vive dilema entra investir em reforços e poupar recursos

0
178
Iago se despediu dos colegas e vai gerar recursos ao Inter | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Neste momento, nos acarpetados gabinetes do Beira-Rio, há um embate entre aqueles que querem salvaguardar a saúde financeira do clube e, do outro lado, os que desejam reforçar o grupo de jogadores para majorar as possibilidade de sucesso dentro do campo no segundo semestre. Ou seja, dos sovinas contra os perdulários.

Ambos têm bons argumentos. O Inter apresentou um déficit de R$ 33 milhões nos primeiros quatro anos de 2019. O resultado até foi comemorado pelos dirigentes, mas mostra que a recuperação administrativo-financeira do clube está longe de ser concluída. Por outro lado, acredita-se que, com um acréscimo de qualidade, o Inter se iguala aos principais times do Brasil.

O próprio Marcelo Medeiros falou nessa terça-feira em Atibaia, onde o grupo colorado realiza uma intertemporada, que é preciso “um salto de qualidade”. “Temos uma equação para resolver, que é entre a questão financeira e a qualificação da equipe. Estamos vendo o que o mercado tem para oferecer e vamos trabalhar com calma”, ressaltou Medeiros, em entrevista à Rádio Guaíba.

O dirigente evitou dar “falsas esperanças” à torcida, mas confirmou que o clube conversou com Aránguiz e Taison, entre outros. E defende que o clube precisa colocar um reforço de peso à disposição de Odair Hellmann.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui