Guerrero é a principal dúvida do Inter para encarar o Palmeiras

0
162
Guerrero é dúvida para Odair Hellmann antes de jogo contra o Palmeiras | Foto: Juan Mabromata / AFP / CP

Até houve problemas de última hora, mas não foram eles que convenceram Odair Hellmann a montar uma equipe com perfil mais defensivo para jogar contra o Palmeiras, nesta quarta-feira, no Allianz Parque. A estratégia montada pelo técnico prevê força na marcação e estocadas ofensivas em velocidade. Paolo Guerrero, que volta a treinar nesta terça com o grupo colorado, é a dúvida mais importante na escalação, mas tudo indica que deve estar em campo.

O centroavante voltou ontem para Porto Alegre. Ele esteve em campo no domingo, no Maracanã, contra o Brasil na final da Copa América. Marcou um gol, mas não conseguiu evitar o título brasileiro. Hoje, Guerrero, apesar de ter atuado em todos os seis jogos do Peru no torneio, vai participar de um treino fechado que Odair orientará no Beira-Rio. Como ele já informou à comissão técnica que não tem nenhum tipo de lesão, deve começar a partida no Allianz Parque, mesmo que não resista até o final. Depois, é provável que ganhe um descanso na rodada do final de semana do Campeonato Brasileiro, quando o Inter enfrenta o Athletico-PR, domingo, na Arena da Baixada.

A volta de Paolo Guerrero, porém, não alterará os planos de Odair. Ele deve confirmar uma formação com um meio-campo recheado de volantes e Patrick no lugar de D’Alessandro. Zeca, que teve uma lesão muscular diagnostica ontem, está fora do jogo contra o Palmeiras. Assim como William Pottker, que teve problema semelhante na semana passada, ele deve perder três semanas em recuperação. Bruno será o seu substituto. “Precisamos ser inteligentes e fazer o mesmo de sempre: marcar forte e sair para o jogo. Não dá para ficar só atrás”, enfatiza o lateral.

Empréstimo
O Inter está emprestando o atacante Richard, 19 anos, para o Tondela, clube da primeira divisão de Portugal, por uma temporada. O objetivo é dar experiência ao jogador, considerado uma promessa desde que destacou-se na Copa São Paulo de 2018.

Os dirigentes colorados fizeram questão de resguardar o clube de várias formas: em primeiro lugar, Richard pode ser chamado no final do ano, caso o Inter decida utilizá-lo aqui, encerrando o empréstimo. Além disso, não foi fixado o valor dos direitos econômicos. Ou seja, se quiser ficar com Richard de forma definitiva, o Tondela terá que voltar a negociar com o Inter para acertar o valor.

Apesar de ser considerado uma promessa, Richard treinou todo 2018 no grupo principal do Inter, mas entrou em apenas uma partida pelo Gauchão. Ficou no banco de reservas em outros dez jogos. Em janeiro, foi emprestado ao Vila Nova, de Goiás, onde já esteve em cinco partidas da Série B.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui