Vizeu e André brigam por vaga no ataque gremista contra o Juventude

0
364

O técnico Renato Portaluppi terá dois treinos antes da partida que definirá o futuro do Grêmio na Copa do Brasil. E se o jogo do fim de semana deixou algo a ser analisado pelo comandante gremista, é a indefinição no comando do ataque. O pênalti desperdiçado por André contra o Atlético-MG, no último sábado, reforçou o descontentamento de parte da torcida do Grêmio com o centroavante. Para piorar ainda o “relacionamento”, o substituto, Felipe Vizeu entrou no segundo tempo e fez o gol da vitória na primeira oportunidade que teve em campo.

Com o tento, Vizeu chegou aos três gols na temporada, o mesmo de André, porém, com menos tempo em campo. O titular fez 24 das 30 disputadas pelo Grêmio em 2019, segundo dados do site O Gol. Ele iniciou em 18 oportunidades e entrou em seis, somando 1.618 minutos, com um gol a cada oito partidas. Já o reserva esteve em campo em 19 jogos, sete como titular e 12 entrando no decorrer das partidas, somando 703 minutos. Vizeu tem média de um gol a cada seis jogos.

Por outro lado, André é o melhor jogador do Grêmio em assistências, com seis, sendo cinco no Gauchão e uma contra o Fluminense, na derrota por 5 a 4, na Arena, em duelo válido pelo Brasileirão. Vizeu tem apenas uma. O reserva estreou contra o Juventude, no Gauchão, no dia 28 de janeiro, e deu o passe do terceiro gol, marcado por Maicon. Apesar dos números, Renato Portaluppi faz questão de manter os dois mobilizados para serem usados em qualquer compromisso da temporada.

“Quanto ao André, ele faz parte do grupo, como o Vizeu e qualquer outro jogador. Na sexta-feira mesmo conversei com os dois. Passei tranquilidade, confiança, pois sei que eles não estão fazendo gols, mas o importante é que eles possam ajudar a equipe. Eu tirei o André do jogo porque ele errou o pênalti e se errasse novamente, poderia comprometer a própria atuação dele, e até da equipe. O negócio de quem é titular ou reserva não existe, os dois fazem parte do grupo”, afirmou o técnico.

O treinador terá os treinos desta segunda-feira, às 15h30min, no CT Luiz Carvalho, e da terça-feira, para definir se mantém André no time contra o Juventude, pela Copa do Brasil, ou se dará nova oportunidade para Vizeu ganhar uma sequência entre os titulares. Os poucos gols durante a temporada dos atacantes não são empecilho para uma alteração dos 11 iniciais.

“Claro que é bom marcar gols, mas o mais importante é a entrega. O gol dá tranquilidade e confiança. O Vizeu nunca deixou de trabalhar e nunca deixei de conversar com ele. É normal o jogador entrar numa fase de não fazer gols”, declarou Renato.

O jogo contra o Juventude está marcado para quarta-feira, às 21h30min, na Arena do Grêmio. Como o primeiro confronto, no Alfredo Jaconi, terminou com o placar zerado, o vencedor avança para as quartas. No caso de novo empate, a decisão será nas penalidades máximas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui