Usina de reciclagem em Vista Gaúcha tem prazo para iniciar as atividades em janeiro de 2021

0
24
Área aonde será instalada a empresa já passa por terraplanagem (Foto: Divulgação)

O Grupo SRC Holding Brasil, em parceria com as empresas Sustentare Engenharia Ambiental e TCS Engenharia, presidida pelo executivo Luzi Wagner Pereira, começou o trabalho de terraplanagem na área de cinco hectares no distrito de Bom Plano, interior de Vista Gaúcha, que abrigará a Usina de Reciclagem de Resíduos.

O projeto foi anunciado neste ano e, segundo o empresário, deverá ter um investimento na ordem de R$ 16 milhões. A previsão é entrar em funcionamento no início de 2021.

A usina em Vista Gaúcha será a primeira unidade completa do grupo, no entanto, a empresa já tem outras unidades construídas, mas somente umas com compostagem e outras com biodigestão.

Em Vista Gaúcha será instalada a primeira com o sistema integrado de tratamento de resíduos sólidos com aproveitamento energético de biogás.

O empresário disse para a reportagem do Sistema Província de Comunicação que Vista Gaúcha foi escolhido por estar localizado em um eixo que possibilita a logística correta para o sistema. — Também fomos atraídos pelo projeto do frigorífico de aves que está se instalando em Vista Gaúcha e que gerará muitos resíduos industriais, e suprirá a demanda de nossa indústria — acrescentou Luzi Wagner Pereira.

De acordo com o cronograma, na primeira etapa do projeto, será investido em torno de R$ 9 milhões para a construção da unidade para processar 50 toneladas por dia. Na segunda etapa serão aplicados mais R$ 7 milhões totalizando um investimento na casa de R$ 16 milhões somente em Vista Gaúcha.

O sistema de tratamento e destinação final de resíduos sólidos da SRC Energy, segundo a empresa, visa tratar todos os passivos ambientais que hoje são encaminhados para os aterros e assim prejudicando o meio ambiente, e deixando enterrado milhões de reais, entre energia e adubo orgânico que são os produtos finais aproveitados após o processamento dos materiais.

— Para nós da empresa SRC é um grande privilégio e conquista poder levar para Vista Gaúcha este projeto maravilhoso de geração de empregos e renda, além da produção de energias renováveis e adubo orgânico para atender a demanda local — destacou o empresário.

Luzi Wagner Pereira salienta que será tratado na indústria, os dejetos de suínos, o esgoto da cidade e todos os passivos ambientais que antes prejudicavam o meio ambiente e a sociedade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui