TCU lista seis nomes da Região Celeiro com irregularidades

0
10
Segundo o TCU, a lista pode ser atualizada até a data das eleições - Foto: Reprodução

O Tribunal de Contas da União (TCU) entregou no início desta semana, ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), uma lista com os nomes de 7.354 gestores que tiveram as contas julgadas irregulares pelo tribunal nos últimos oito anos. Segundo o TCU, a lista pode ser atualizada até a data das eleições.

No Rio Grande do Sul 179 pessoas fazem parte da relação, sendo que 06 nomes são de municípios da Região Celeiro, são eles:

Redentora: Leomar Douglas Ribeiro;

Crissiumal: Valdenir Unirio de Lima e Carlos Machado;

Santo Augusto: Eugenio Frizzo;

Tenente Portela: Neivaldo Antoniollo e Rogério Luiz Schneider;

Além de duas entidades: Cooperativa de Habitação da Região Sul – COOPHRS e Sociedade Hospitalar e Maternidade de Santo Augusto Ltda.

Segundo o Tribunal de Contas, a inclusão do nome do gestor na lista não o torna inelegível automaticamente. Isso porque cabe à Justiça Eleitoral declarar a inelegibilidade de um candidato.

Segundo o TSE, quando uma candidatura é registrada, o juiz eleitoral analisa se o ato é válido ou não, e um dos critérios usados é justamente a lista do TCU.

A partir da divulgação da lista, Ministério Público Eleitoral, candidatos, coligações e partidos podem solicitar ao TSE a análise das candidaturas.

Se encerra nesta quarta-feira, 16 o prazo para os partidos realizarem convenções internas para escolher os candidatos que vão disputar os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nas eleições municipais de novembro. A Justiça Eleitoral espera receber mais de 700 mil registros de candidaturas no pleito deste ano.

O prazo está previsto na Lei das Eleições e deveria ter sido encerrado em agosto. No entanto, o período das convenções foi prorrogado por 42 dias devido ao adiamento das datas do calendário eleitoral em função das complicações da pandemia da Covid-19.

O Congresso adiou o primeiro turno das eleições deste ano de 4 de outubro para 15 de novembro. O segundo turno, que seria em 25 de outubro, foi marcado para 29 de novembro.

 

FONTE: Fonte: Observador Regional com informações do G1/Globo e TCE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui