Sistema permitirá antever enchentes no Rio Uruguai

0
178
Monitoramento permitirá ações preventivas na retirada de ribeirinhos e providências da Defesa Civil

Equipamentos instalados nas margens do Rio Uruguai e gerenciados pela Defesa Civil do Rio Grande do Sul, com informações coletadas a cada 60 minutos, possibilitarão antecipar quanto o nível das águas irá subir durante os dias. O sistema de monitoramento pode ser consultado pela população no site do Serviço Geológico do Brasil.

Os equipamentos coletam dados de aproximadamente 200 mil km², iniciando em Santa Catarina e seguindo até Quaraí, na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul. O sistema também angaria informações da divisa entre Barra do Guarita e Itapiranga e do Salto do Yucumã.

Na semana passada, os técnicos realizaram os últimos ajustes para viabilizar o monitoramento em toda a extensão do Rio Uruguai. “É um sensor tipo radar e um sensor de chuva. Esses dados são coletados automaticamente a cada hora, compilados e transmitidos via satélite. A gente recebe as informações no nosso escritório em Porto Alegre, processa e disponibiliza em tempo real na plataforma da CPRM”, explica o engenheiro hidrólogo, Franco Buffon.

Os alertas contra as enchentes são repassados pela Defesa Civil pela internet e as informações podem ser acessadas no celular, em qualquer lugar do Estado. O objetivo é minimizar as perdas com as cheias, que só neste ano, segundo o órgão estadual, já causaram prejuízos de R$ 100 milhões no Rio Grande do Sul.

O sub-chefe da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, tenente-coronel Rodrigo Dutra, comemora a possibilidade de antever as cheias do Rio Uruguai. “Nos permite remover as famílias, movimentar pessoas e preparar abrigos. Enfim, antecipação é a palavra no que se refere aos sistemas de monitoramento hidrológico”, salienta o tenente-coronel.

“O que nós podemos fazer então é a mitigação, a redução do dano e a preparação no caso de atingimento dessa região para movimentação dessas famílias, dessas pessoas, enquanto durar o evento”, acrescentou o sub-chefe da Defesa Civil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui