Reconstrução do Museu Nacional terá corte de verba de R$ 11,9 milhões

0
510
Museu Nacional teve 90% de seu acervo destruído em razão do incêndio | Foto: Marcello Dias / Futura Press / Estadão Conteúdo / CP Memória

Destruído em 2 de setembro do ano passado por conta de um grande incêndio, o Museu Nacional terá sua reconstrução afetada por conta do contigencimanto econômico na Educação, anunciado pelo governo. Segundo a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), o valor repassado para as obras irá cair de R$ 55 milhões para R$ 43,1 milhões, o que representa redução de 21,63%.

O valor, que agora irá ter diminuição de 11,9 milhões, havia sido assegurado por intermédio de uma emenda coletiva da bancada Rio de Janeiro na Câmara Federal. Na época em que o Museu Nacional foi destruído, a vice-diretora do patrimônio, Cristina Serejo, ressaltou que 90% do acervo foi queimado com o incidente e que a reconstrução seria para a parte estrutural, uma vez que o valor histórico do local não pode ser substituído.

O Ministério da Educação (MEC), em nota, destacou a liberação de R$ 10 milhões, anunciados no mesmo mês em que o Museu Nacional foi atingido pelo incêndio, para custear ações emergenciais de segurança no prédio. O contigenciamento, de acordo com o governo, atinge recursos não obrigatórios, como água e luz. Recentemente a gestão do presidente Jair Bolsonaro decidiu evitar que uma nova redução das despesas fosse feita. Ao invés disso, a equipe econômica usou parte de uma reserva de emergência criada no fim de março.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui