IBGE anuncia redução dos questionários do Censo 2020

0
496

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anunciou, nesta terça-feira (28), que o Censo 2020 terá questionários menores do que o aplicado no Censo 2010. Apesar de reconhecer o contexto de restrição orçamentária, o órgão afirma que a mudança está em sintonia com a tendência internacional e visa uma modernização que torne a operação censitária mais simples e mais ágil.

– O mundo inteiro está caminhando para uma otimização da operação censitária – disse a presidente do IBGE, Susana Cordeiro Guerra. Segundo ela, preocupações com a hipertrofia do Censo já vinham sendo manifestadas há alguns anos por entidades representativas de demográficos e estatísticos.

De acordo com as estimativas do IBGE, o Brasil possui 71 milhões de domicílios e em todos deverá ser aplicado o questionário básico com 25 perguntas. Em 2010, foram 34 questões. Conforme simulações realizadas, a mudança representará uma queda de sete para quatro minutos em cada abordagem. Já o questionário mais completo, destinado a uma amostra de 10% dos domicílios, teve uma redução de 102 para 76 perguntas.

O orçamento estimado inicialmente para a operação censitária de 2020 foi de aproximadamente R$ 3,1 bilhões, mas o IBGE trabalha atualmente com uma redução de 25%. A meta é investir em torno de R$ 2,3 bilhões.

Susana Cordeiro Guerra afirmou estar consciente de que não haverá condições de destinar ao Censo o que foi previsto originalmente, uma vez que há um contexto de restrição fiscal e econômica do Brasil que atinge não apenas o IBGE, mas todos os órgãos do governo.

O Censo:

O Censo brasileiro é realizado a cada dez anos e é a única pesquisa domiciliar que vai a todos os 5.570 municípios do país. Seu objetivo é medir a densidade populacional e oferecer um retrato da população brasileira. As informações obtidas subsidiam a elaboração de políticas públicas e decisões dos governos relacionadas com a alocação de recursos financeiros.

Para 2020, o IBGE pretende mobilizar até 190 mil recenseadores. Já está previsto para o final de setembro deste ano, o censo experimental em Poços de Caldas (MG), uma espécie de ensaio geral.

FONTE: Agência Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui