Em municípios com estiagem, produtores colhem de 15 a 20 sacas de soja por hectare

0
304
Do total de 5,9 milhões de hectares cultivados com soja no Estado, na safra 2019/2020, cerca de 5% já foram ceifados (Foto: Diones Roberto Becker)

A segunda estimativa de produção da Safra de Grãos de Verão 2019/2020, da Emater-Ascar, aponta que nos municípios da Região Noroeste assolados mais fortemente pela estiagem, os sojicultores alcançam produtividade entre 15 e 20 sacas por hectare. Nas localidades que registraram maior ocorrência de chuvas, os rendimentos oscilam de 45 a 50 sacas por hectare.

Conforme os técnicos da instituição, as lavouras apresentam coloração amarela devido à maturação e essa fase exige grande quantidade de água para o enchimento de grãos. Por causa das precipitações desuniformes, tanto em volume como em relação às áreas atingidas, a colheita registra grande variabilidade nos potenciais produtivos. Essa oscilação nos rendimentos pode ser decorrente do manejo efetuado e das tecnologias utilizadas.

De acordo com o levantamento da Emater-Ascar, as lavouras com soja no Rio Grande do Sul se encontram nas seguintes etapas: 60% em enchimento de grãos, 11% em floração e 2% em desenvolvimento vegetativo. Do total de 5,9 milhões de hectares cultivados na safra 2019/2020, cerca de 5% já foram ceifados.

Até o dia 03 de março, a Emater-Ascar tinha recebido 221 solicitações para a realização de perícias do ProAgro para a cultura da soja.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui