COLORADO PORTELENSE – AH, A LIBERTADORES VOLTOU

0
83

O sonho de qualquer equipe brasileira é disputar uma Copa Libertadores da América. E o Internacional conseguiu retornar à principal competição de futebol do continente após ter finalizado o Campeonato Brasileiro do ano passado na surpreendente terceira colocação. Surpreendente sim, acredito eu que nem o mais fanático dos torcedores esperava isso, até porque a temporada de 2018 não começou bem, com uma campanha ruim no Campeonato Gaúcho. Mas, Odair Hellmann, que de interino passou a cargo oficial de treinador da equipe principal soube trabalhar muito bem com as peças que possuía.

Pois bem, 2019 chegou e, com ele, a oportunidade de jogar mais uma Libertadores, da qual o colorado possui dois canecos, mas que a disputou pela última vez em 2015. E a expectativa não era a de favoritismo, tanto é que se falava muito em nem passar da primeira fase, isso porque o Inter caiu no Grupo 1, com o atual campeão, o River da Argentina, e que poderia ter pela frente o São Paulo, com muita tradição nesta competição, e até mesmo o Talleres, outra equipe argentina. Nem um nem outro, ambos ficaram pelo caminho, e quem passou foi o modesto Palestino do Chile, com quem o Colorado estrearia, na casa do adversário.

E falando do jogo então, que ocorreu na quarta-feira, foi um jogo típico de Libertadores, pegado, truncado, cauteloso, o Inter escalado com um meio campo mais fechado, mas que não faltaram boas chances de gol, para ambos os lados, inclusive com um gol anulado dos chilenos. E aí brilhou uma estrela, de quem gosta de Libertadores, de quem tem história na competição, um ídolo Colorado, que, quase em final de carreira, ainda mostra que pode ser decisivo, estou falando de Rafael Sobis, que entrou na segunda etapa e, numa cobrança de falta anotou o gol da vitória do Inter no Chile.

Pois é, Sobis saiu do banco, pois dos 11 titulares, nenhum deles era contratação desta temporada, a exceção sim foi o jovem atacante Pedro Lucas, mas que é cria da base, e que foi substituído pelo autor do gol. Dos outros contratados neste ano, o volante Lindoso também entrou na segunda etapa. Neilton, Guilherme Parede e Trélles também foram relacionados, mas deste, só o primeiro tem se destacado mais em jogos do Colorado pelo Gauchão. O jovem Sarrafiore precisa ter mais espaço, foi contratado ano passado como craque, com grife e preservado dos assédios. Quem está pedindo passagem também é outro jovem, Nonato, vindo da base e que até se esperava que fosse titular, mas Odair preferiu sair com o experiente Patrick. Se espera muito de Paolo Guerrero, que, ao que tudo indica, poderá jogar a partir de abril.

Ainda é muito cedo para comemorar, assim acho, mas a estreia foi animadora, com um Inter sabendo jogar uma Libertadores, vencendo fora. Serve para autoestima, para dar mais confiança, e no final de semana tem Gauchão, e quarta que vem tem mais Libertadores, a estreia em casa, diante do seu torcedor, que promete encher as arquibancadas do Beira Rio, contra o Alianza Lima, do Peru, e depois tem o River, primeiro confronto será na Argentina. Mas a última partida da fase de grupo será em casa, contra o atual campeão.

Ah, a Libertadores voltou!

RESPONDER

Por favor digite um comentário
Preencha seu nome