Um Gre-Nal histórico

0
218

Retornamos a escrever neste espaço e logo após um Gre-Nal histórico. De fato, nunca Inter e Grêmio haviam se enfrentado em uma Libertadores da América, tinha tudo pra ser um dos clássicos para ficar marcado na história do futebol, e de certa forma, ficará, mas não positivamente.

Ainda que os fatos ocorridos no final do jogo não tiveram um final ainda pior, mas foram oito, sim, oito expulsões de jogadores, quatro para cada lado. Mas, vamos deixa isso de lado, pois os noticiários esportivos vão evidenciar muito isso ainda.

Sobre o Internacional, foi um baita jogo. Para nós torcedores que estávamos acostumados a ver o time retrancado, principalmente jogando fora de casa, Chacho Coudet tratou logo de nos fazer esquecer isso. Botou o time pra frente, centralizou Edenilson, com jogadores rápidos na frente, um estilo de jogo semelhante ao do rival, o que pode ter provocado uma bagunça na cabeça do treinador adversário.

Ainda falta ao Inter algumas peças com um pouco mais de qualidade, sobretudo nas laterais, mas Saravia já deu indícios que na direita a situação vai melhorar. Foi inclusive convocado para a Seleção Argentina.

O Inter teve mais chances reais de gol que o adversário, neutralizou as principais peças do rival e foi aos poucos dominando o campo de ataque. Foi versátil, e só não saiu vitorioso por detalhes. Mas fechou o jogo com um ponto conquistado fora de casa frente ao adversário mais forte do grupo.

Há ainda muito a evoluir, mas ao menos este ano veremos um time com vontade de ganhar. Saudações coloradas, e até a próxima.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui