Produtores vivem expectativa de ótima safra de soja no RS

0
35

Na manhã de sábado (30), aconteceu a abertura oficial da 12ª Colheita da Soja no Rio Grande do Sul. O ato foi realizado na área de 200 hectares com lavoura experimental pertencente à prefeitura de Tupanciretã, município conhecido como a Capital Gaúcha da Soja por ser o maior produtor do grão no estado.

– Faço questão de estar aqui para prestar minha homenagem e em nome de todo o povo gaúcho a quem empreende no campo, se submetendo ao imponderável do clima, além de enfrentar todas as dificuldades de infraestrutura, tributária e burocracias, gera riqueza e sustenta nossa balança comercial – afirmou em seu discurso o governador Eduardo Leite.

O Rio Grande do Sul é o segundo maior produtor de soja do país, atrás apenas de Mato Grosso. Apesar das chuvas intensas de setembro e outubro terem prejudicado o desenvolvimento de algumas lavouras, a expectativa da safra 2018/2019 indica aumento na produção de 9%, com 18,7 milhões de toneladas do grão. Se for concretizada, poderá ser a segunda maior safra da história do estado.

Para alcançar esse patamar, o produtor tem usado de todos os meios para ampliar a utilização de tecnologia a fim de reduzir custos, aumentar produtividade e, desta forma, melhorar a rentabilidade. Foi por esse caminho que a produtividade da soja saltou de 2.823 quilos por hectare na safra 2006/2007 para 3.394 quilos por hectare na safra 2017/2018, aumento de 20% em apenas dez anos.

Saudando o esforço e a resiliência do produtor, o secretário estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho, afirmou que o seu papel e o do governo como um todo é não atrapalhar. – Estamos fazendo um grande esforço pela desburocratização da nossa agricultura, de forma que o olhar do órgão fiscalizador seja de incentivo, não apenas de punidor. Estamos aqui para sermos parceiros do agricultor – destacou Covatti Filho.

FONTE: SECOM-RS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui