Desenvolvimento da soja é considerado normal no RS

0
59

O desenvolvimento da soja é considerado normal no Rio Grande do Sul. É o que aponta o Informativo Conjuntural da Emater-Ascar, divulgado na quinta-feira (17).

A cultura foi beneficiada pelas chuvas generalizadas dos últimos dias. As precipitações, aliadas as altas temperaturas, contribuíram para o bom desenvolvimento da oleaginosa. O crescimento rápido preencheu os espaços em lavouras que ficaram com baixa densidade, finalizando, assim, as pulverizações de herbicidas em pós-emergência para controle de ervas daninhas.

Determinadas regiões gaúchas enfrentaram problemas no plantio e apresentam atrasos no desenvolvimento da cultura, quando é feita a comparação com anos de normalidade.

Quanto às fases fenológicas da soja, o Informativo Conjuntural revela que a maior parte das lavouras está em desenvolvimento vegetativo. Outros 35% encontram-se em floração e 12% no início da granação.

A Emater-Ascar reitera que os tratos culturais com fungicidas foram intensos, visando prevenir a ocorrência de doenças, principalmente da ferrugem asiática, devido à constatação de focos no estado. A aplicação de fungicidas deverá seguir pelos próximos 45 dias, variando entre áreas e intervalos recomendados, acarretando em um aumento de aplicações de fungicidas nesta safra. Os ataques do tamanduá da soja e de lagartas tiveram queda em relação à semana anterior.

Conforme o Informativo Conjuntural, cultivares de soja super precoces de ciclo indeterminado serão colhidas em final de janeiro, possibilitando o plantio de safrinha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui