Chuvas beneficiam lavouras de soja na Região Celeiro

0
134

O Informativo Conjuntural da Emater-Ascar, publicado na quinta-feira (10), revela que a ocorrência de chuvas e de altas temperaturas contribuíram para o crescimento mais rápido das plantas em lavouras situadas nas regiões Celeiro, Noroeste Colonial e Alto Jacuí.

As precipitações também foram determinantes para o preenchimento dos espaços nas áreas destinadas à oleaginosa que ficaram com baixa densidade pelo problema anterior do damping-off ou tombamento.

De acordo com os técnicos da Emater-Ascar, o desenvolvimento da cultura nas regiões Celeiro, Noroeste Colonial e Alto Jacuí, é considerado normal. Os ataques do tamanduá da soja e de lagartas diminuíram em relação às semanas anteriores, mas os produtores devem continuar com os tratamentos indicados.

O Informativo Conjuntural ainda revela que 32% da área plantada estão nas fases de floração e de enchimento de grãos. Os outros 68% encontram-se em desenvolvimento vegetativo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui