Conheça a história dos "Balseiros do Rio Uruguai", assista ao documentário

jornal-folha-popular-tenente-portela-noticias
 
Foto: Passarassi Blog Balseiros do Rio Uruguai, assista ao vídeo Balseiros do Rio Uruguai, assista ao vídeo

Conheça a história dos "Balseiros do Rio Uruguai", assista ao documentário

Vídeo de 1952, que conta um pouco da história dos Balseiros do Rio Uruguai. Documento guardado por Valdir Strejevicz (Valdirão), e recuperado pela Lab Pesquisas, de Santa Rosa.

Via-se em cima da balsa, fogão a lenha, vaca de leite, cachorros, camas e banheiros, roupas estendidas. Os barranqueiros de mais idade viram e viveram estes momentos. “Eles contam maravilhas, que ninguém nunca viu”, parodiando a música de Noel Guarany, Balseiros do Rio Uruguai.

Vídeo documentário que conta a história dos balseiros do Rio Uruguai Lab Pesquisas Santa Rosa

Comentários

GiullianoChapecó/SC24-12-2013 00:32#33
Meu avô, Biazio Aurelio Paludo, fez 17 balsas em 8 anos:
ano parceiro local quantidade de balsas
- 1929 Bellani Barra do Almoço 1 balsa
- 1930 Pritsch Remanso do Uvá 2 balsas
- 1931 Pritsch Santa Cruz 3 balsas
- 1932 Pritsch Santa Cruz 3 balsas
- 1933 Sozinho Tafarel Uruguai 2 balsas
- 1934 Sozinho Tafarel Uruguai 2 balsas
- 1935 Sozinho Barra Jacutinga 2 balsas
- 1933 Sozinho Engenho Velho e Jacutinga 2 balsas
luis c mussiolerechim23-12-2013 22:31#32
meu avo viveu esta linda estoria ele trabalhava no transporte da madeira ate no rio muita saudades das das historias dele eram heróis
Aldo Lothário StentzlerCampo Grande MS02-11-2013 17:20#31
Em 1958 foi levado uma balça ate São Borja.

Otto Simon, e seus Ajudantes.

Eugenio Alcides Stentzler, Mario Endrez, Adelino Endrez, Adão Bartnizki, Reinaldo Simon, Bernardo stentzler, Selso Trevesol,

A Balça foi preparada na nossa terra dentro da Barra do UVÁ, no Município de ITÁ
Ali sempre tinha um poço água parada,e um barranco tombador das torras, aonde as carroças,e os Reboques conseguiam encostar perto do ponto de descarga...
Também foi a ultima balça que saio deste ponto ,do Riu Uruguay,ate São Borja.

Esta balça eu também Ainda acompanhei o feitio desta, e lembro bem quando a ingente veio,e todos partiram Uruguay abaixo, pelas perigosas correntezas.

Gostaria que estes Bravos Corajosos Homens também focem mencionados neste Vídeo De os balceiros do Riu Uruguay...Obrig ado.
Aldo Lothário StentzlerCampo Grande MS02-11-2013 17:01#30
Meu nome é Aldo Lothário Stentzler,
Nascido em 26 Dezembro 1948,e acompanhei ainda,e ajudei o papai WILLY STENTZLER carregar cipó para completar a Ultima balça Rio Uruguay. As Torras eram amaradas sempre dentro da Barra do Riu UVÁ, Município de ITA, ali era posso, água parada.E dali esperavam as enchentes pelas correntezas abaixo. ate São Borja,e Uruguaiana-RS, Meu papai, Levou 44 Baças entre como Pratico, e muitas delas como proprietário das madeiras.
Aldo Lothário StentzlerCampo Grande MS02-11-2013 16:55#29
as madeiras eram vendidas para os Argentinos,la pela região de passo Los Libres,Os Argentinos gostavam de comprar as madeiras dos Brasileiros,e poupavam as próprias florestas deles.O Tio JOAÔ STENTZLER, Também foi Balceiro,e levou muitas balças Uruguay abaixo. ate São Borja,e Uruguaiana. nesta Foto acima esta O Papai,Willy Stentzler, o segundo das esquerda,pra pra direita.usavase mpre um lenço dos Maragatos,E o Meu Avó João Guilherme Ludovico Stentzler, Entre mais vaqueanos que acompanhavam o meu Papai ate a entrega das madeiras em seu destino. O Tio Paulo viajava junto as vezes como ajudante,e manteve a sua saúde bem melhor dos demais que sofreram nesta forma perigosa de subsistência.)" "( Quero aqui Deixar o meu entristecimento pelo fato de os que compuseram este vídeo, de os Balseiros do Rio Uruguay, não foram capaz de mencionar alguém destes pioneiros Balseiros,e que iniciaram ITA, Vindos da Alemanha,1912, a 1926 foi o primeiro comercio de ITA do meu Avó
Aldo Lothário StentzlerCampo Grande MS02-11-2013 16:53#28
Meu nome é Aldo Lothário Stentzler,
Nascido em 26 Dezembro 1948,e acompanhei ainda,e ajudei o papai WILLY STENTZLER carregar cipó para completar a Ultima balça Rio Uruguay. As Torras eram amaradas sempre dentro da Barra do Riu UVÁ, Município de ITA, ali era posso, água parada.E dali esperavam as enchentes pelas correntezas abaixo. ate São Borja,e Uruguaiana-RS, Meu papai, Levou 44 Baças entre como Pratico, e muitas delas como proprietário das madeiras..
Rosa Maria ToniazzoAlpestre23-10-2013 21:40#27
Cresci ouvindo histórias sobre Balseiros. Meu pai era balseiro. Tarefa muito difícil. Só para corajosos.
Mauro Almir MarzarottoFlorianópolis17-10-2013 22:37#26
Quando criança brinquei sobre as balsas que estavam sendo montadas em São Carlos no porto logo abaixo da fóz do Chapecó onde a família dos Merguer pescavam e viviam da pesca e nós correndo sobre as madeiras hoje lembro com saudades e fico feliz e parabenizo por este documentário e penso que poderia ser feito um filme sobre os balseiros ou uma novela tendo como roteiro as balsas e suas histórias...
Mauro Almir MarzarottoFlorianópolis17-10-2013 22:31#25
Quando criança morava em São Carlos e brinquei sobre balsas que estavam sendo preparadas pouco abaixo da fóz do Chapecó no porto dos mergues (familia que vivia da pesca) entrada do rio morais para descer quando o rio atingisse o ponto de balsa e muitos pais dos meus amigos de infância eram balseiros e contavam muitas passagens que tiveram nas descidas e que ganhavam um bom dinheiro e na volta traziam presentes para os familiares. Hoje lembro com saudades e gostaria de parabenizar por esse documentário muito importante para a história da região. Seria interessante se fizessem um filme dos balseiros ou uma novela quem sabe sei que ficaria muito interessante, um abraço a todos.
JULIANO RECHERECHIM RS16-10-2013 16:31#24
PREZADOS AMIGOS

PARABENS PELO INTERESSANTISSI MO DOCUMENTARIO PRESERVADO EM RARAS IMAGENS. MEU AVÔ ETÍLIO RECH TAMBÉM FOI BALSEIRO E TRABALHOU DURANTE ANOS NO RIO URUGUAI. OBRIGADO E ABRAÇO A TODOS. JULIANO RECH - ERECHIM RS.

Adicionar comentário


Código de segurança


Atualizar

pub-assinaturas-jornal