Inter precisa lidar com problemas de escalação para confronto contra o Coritiba

0
72

Com uma vitória de virada mesmo tendo um homem a menos em campo, o Botafogo fraturou a confiança colorada em pleno Beira-Rio. O Inter perdeu o jogo e a invencibilidade – que durava 16 partidas – e agregou problemas para a sequência do Campeonato Brasileiro. Quando reencontrar o grupo nesta terça-feira (a segunda-feira foi de folga), Mano Menezes terá que lidar com uma série de desfalques e dúvidas para definir o time que enfrenta o Coritiba, nesta sexta-feira, outra vez no Beira-Rio, e depois viaja para o Chile, onde enfrentará o Colo-Colo, na próxima terça-feira, pela Copa Sul-Americana.

Há uma série de desfalques confirmados, além de outras dúvidas, começando pela defesa. Moisés recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão contra o Coritiba. Como Renê segue se recuperando de lesão e dificilmente estará pronto até a partida, as opções, em princípio, são os jovens Paulo Victor e Thauan Lara. Após o jogo contra o Botafogo, Mano Menezes confirmou que dará preferência a jogadores da posição, deixando em segundo plano a possibilidade de improvisações.

Na zaga, Gabriel Mercado foi expulso. A tendência é que Rodrigo Moledo seja o seu substituto. Outro expulso foi David, já depois do apito final do árbitro, devido à briga generalizada que houve em campo. Alexandre Alemão é o favorito à vaga, mas não seria uma surpresa se Mano desse mais uma oportunidade para Cadorini começar.

Além deles, dois jogadores que, apesar do pouco tempo na equipe, já são fundamentais à engrenagem montada por Mano, deixaram o campo mais cedo no domingo com problemas musculares. Alan Patrick e Wanderson serão observados durante a semana e, se houver risco de um agravamento da lesão, deixados de fora do jogo pelo Brasileirão.

Neste momento, o Inter olha a Copa Sul-Americana exatamente como há algumas semanas. Ou seja, como a verdadeira prioridade da temporada. Caso eles sejam vetados pelos médicos, Taison e Pedro Henrique são as alternativas principais, mas Maurício e até Estêvão também podem aparecer. “Não vamos estar abatidos para enfrentar o Coritiba. Vamos estar preparados como tem que ser. Temos consciência do que temos que fazer. E quando se tem a primeira oportunidade para responder, você tem que fazer isso com força”, afirmou Mano Menezes, no domingo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui