Denis Abrahão reitera discurso de Mancini sobre o Grêmio e defende jogo ofensivo

0
115
Janderson marcou o primeiro gol da partida | Foto: Mauro Schaefer / Fonte: CP

As atuações do Grêmio neste começo de temporada não agradaram o treinador e o vice-presidente de futebol. Após a vitória contra o Guarany de Bagé e o técnico Vagner Mancini se dizer “não satisfeito”, o dirigente Denis Abrahão reiterou as críticas do comandante ao desempenho da equipe. Na avaliação do dirigente, a manifestação do treinador foi “melhor do que o jogo” e lhe deixou aliviado.

“Estou muito feliz com a entrevista dele. Ele foi cirúrgico. Viu os mesmos defeitos, as mesmas falhas. Chega de bola para trás. Futebol é para frente que se joga. Deu de tiki-taka. Ele viu o mesmo jogo que eu vi. Toda minha insatisfação se reverteu em prazer. Não estou vendo futebol tão mal assim”, pontuou Abrahão. “Bola para o goleiro deve ser jogada eventualmente, não sempre, chega disso. Temos que atuar para o ataque”, acrescentou. Antes, Mancini já havia indicado insatisfação com a forma como os atletas estavam atuando e projetou ajustes ao longo da semana.

Entretanto, ambos reconheceram se tratar de um começo de temporada. “É só o começo de um ano que será muito difícil para nós. Iremos passar por todas as adversidades. O elenco é curto, mas temos que fazer menos com mais”, garantiu Abrahão.

O dirigente aproveitou para mandar um abraço de solidariedade ao meia Jean Pyerre, que foi diagnosticado com um câncer nos testículos. “Tua casa estará sempre à tua disposição. Vai dar tudo certo”, disse.

Ainda que sem agradar dirigente e treinador, o Grêmio é líder do Gauchão e está invicto na temporada. Na próxima rodada, o Tricolor encara o Aimoré, na quarta-feira, no Cristo Rei.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui