Federalização da RSC-163 entra na fase final

0
204
Movimento Pró Ponte tem ganhado força com novas adesões (Fonte: Sistema Província)

O prefeito de Barra do Guarita Rodrigo Locatelli Tissot, líder do movimento pró-ponte, que objetiva a construção da ponte sobre o Rio Uruguai entre os municípios de Barra do Guarita no Rio Grande do Sul e Itapiranga em Santa Catarina, disse que o processo de federalização da RSC-163 entra agora na fase final.

Segundo Tissot o projeto aprovado na Assembleia Legislativa já foi sancionado pelo Governador Eduardo Leite e agora o Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem está realizando o ajuntamento de documentação para enviar ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes que deverá aceitar o trecho da 163 novamente e inserir esse percurso na BR-163.

O Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, em uma reunião com lideranças regionais, prometeu que o Governo Federal vai aceitar o trecho novamente e disse que tão logo isso ocorra deverá realizar o projeto da ponte através do seu ministério. Os prefeitos estão buscando o agendamento de uma nova reunião com o ministro para reforçar esse posicionamento.

Sobre o traçado da ponte, o prefeito de Barra do Guarita, disse que a expectativa e a vontade das lideranças regionais é que ela siga o traçado da 163 e que com isso passe por dentro de Barra do Guarita e Itapiranga, pois além de ser algo mais fácil de ser feito, pois não acarretaria em abertura de novas estradas e todo o processo, também será útil para o desenvolvimento dos dois municípios.

Desde que o projeto voltou a ganhar força, o Movimento Pró-Ponte tem recebido novas adesões de prefeitos de diversas cidades da metade norte, juntando várias associações e entidade da sociedade civil também. Na semana que passou a John Deere, de Horizontina, também declarou o seu apoio ao projeto. A ideia de juntar à proposta o apoio de grandes empresas da metade norte do Rio Grande do Sul, também deve reforçar o pedido, principalmente junto ao Congresso Nacional e ao Governo Federal para que a construção da ponte ande mais rápido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui